Quem decide finalmente em entrar no mundo virtual e criar um site, mal sabe que o trabalho apenas começou. Após realizar todas as análises de mercado para o seu segmento, criar um domínio e checar preços de hospedagens, chegou a hora de otimizar o seu site para que ele dê ao usuário uma experiência agradável dentro da sua página.

Além disso, o mais importante: utilizar técnicas de SEO para que ele fique bem posicionado em sites de buscas, como o poderoso Google.

Mas afinal o que é SEO?

Search Engine Optimization, ou para o bom português, mecanismo de buscas, é um conjunto de técnicas que você utiliza dentro do seu site para deixá-lo bem posicionado em sites de busca. Quando uma pessoa quer procurar um site ou alguma informação, ela vai aonde? Isso mesmo, ela coloca a pergunta no Google para encontrar o que está procurando.

E se o seu site teve um bom serviço de SEO, muito provavelmente ele estará nas primeiras páginas do Google e será facilmente encontrado pelos navegadores. E mais importante que isso, o seu trabalho precisa ter o foco de aparecer na primeira página do Google, pois convenhamos, quem vai até a quinta ou décima página do Google para procurar alguma coisa?

Otimização de Sites (SEO)

É importante lembrá-lo de que o que vale é produzir um conteúdo de qualidade. Não fique pensando em encaixar as keywords em todos os lugares no texto pois o leitor perceberá que é um conteúdo forçado. Coloque elas naturalmente ou então após finalizar o artigo, leia-o novamente e vá inserindo as palavras-chave.

Como o Google funciona

Já parou para pensar em tudo o que acontece entre você digitar a sua pesquisa e clicar nos resultados do Google?

O que acontece nesse período é o segredo do sucesso do gigante das buscas. A qualidade e a velocidade da sua classificação transformou a empresa no maior buscador do mundo, massacrando os concorrentes, mesmo com a participação somada.

Para se ter uma ideia, o domínio é tão grande que nos Estados Unidos existe a o verbo to google, que é usado em frases como “He googled you” (ele pesquisou você no Google).

Rastreamento, indexação e exibição de resultados

Esses são os 3 principais processos de retorno de pesquisa.

O rastreamento é o processo em que os robôs do Google (chamado de Googlebot) identificam as páginas para enviar ao índice do buscador. Para isso, os robôs usam os algoritmos para definir a priorização e a frequência de indexação das páginas.

O processo inicia com as URLs geradas a partir de processos anteriores de rastreamento e enriquecida com os sitemaps. Conforme visita as páginas, o Googlebot identifica links existentes e também inclui na lista de rastreamento. Novos sites, alterações e exclusões são detectados e atualizados durante o processo.

Em seguida ocorre a indexação, na qual o Googlebot processa cada uma das páginas rastreadas para incluí-las no seu índice. Aqui são indexadas informações como conteúdo da página, data da publicação, região da publicação, título, descrição e dados estruturados.

Assim, quando ocorre uma consulta, uma pesquisa de páginas correspondentes é feita no índice do Google, exibindo os resultados mais relevantes. E não é uma relevância baseada em achismos: ela é determinada por mais de 200 fatores de ranqueamento.

No processo de busca também existe o preenchimento automático do Google e o clássico “Você quis dizer…”, feitos para poupar tempo, corrigir erros e auxiliar na busca.


Gostaria de mais informações?

Clique no botão ao lado e nos mande uma mensagem, estamos esperando por você!