Sua estratégia de e-mail precisa de uma estratégia de Facebook Messenger

O que temos visto ultimamente é uma briga entre a estratégia de e-mail marketing e do Facebook Messenger. E, nessa briga, temos que escolher entre o favorito de todos os tempos e o novato promissor?

À primeira vista, dá para entender. Já vimos taxas de envolvimento insanamente altas no Messenger: de 619% a mais do que no e-mail. E veja só isto: 1,3 bilhões de pessoas usam o Messenger todo dia.

Quando as empresas me perguntam o que usar, costumam ficar surpresas com a resposta: jogue nos dois times. As duas estratégias juntas trarão mais lucros do que uma delas sozinha. Qual você vai escolher para cada caso vai depender do contexto.

Veja três pontos a considerar na hora de escolher quando usar e-mail marketing e quando usar o Messenger.

Finalidade

Cada interação que sua empresa tem precisa ter uma finalidade. Toda a
comunicação deve ser pensada, seja com um prospect ou cliente. E é o seu objetivo de marketing que vai definir qual estratégia faz mais sentido.

Às vezes, você pode ter muita coisa para dizer ou mostrar. E é por isso que o e-mail continua sendo a preferência para comunicações mais longas. Com ele, seu público pode receber mais conteúdo e guardá-lo para depois. Mas é um fato que a maioria dos e-mails de marketing e vendas que recebo não entra nessa categoria.

“Conversar é melhor do que só falar”

E aí que a estratégia de comunicação mais curta do Messenger se estaca. Quando você abre um e-mail, é como se a empresa estivesse falando para você. Com o Messenger, essa empresa está conversando com você. Também é importante ter em mente que público você quer alcançar. O bate-papo pode ser bom para alguns, mas não todos.

Dados demográficos

Seu público usava a internet entre 1990-2005? Se usava, é provável que o e-mail fosse uma das grandes formas de comunicação com empresas e amigos. E ainda é a linha preferencial das gerações mais antigas para os negócios de acordo com a HubSpot. O e-mail já foi nossa principal conexão com as empresas e um CRM pessoal. Mas os tempos mudaram.

As gerações mais novas não passam muito tempo vendo e-mails, só enviam mensagens. Isso faz parte de uma mudança maior em que os apps de mensagem passaram a ser a atividade predominante durante 91% do tempo nas telas. Um profissional de marketing de sucesso em 2018 precisa identificar onde os suários passam mais tempo. As melhores experiências de marketing do futuro acontecerão em plataformas como o Messenger.

Experiência

Se você for como eu, já teve alguns endereços de e-mail ao longo dos anos. Pense no seu e-mail da faculdade. Foi bom até você se formar. Seu e-mail de trabalho? Ótimo até você mudar de empresa. Os endereços de e-mail costumam estar ligados a períodos definidos da nossa vida. Mas o seu ID do Facebook, por exemplo, nunca vai mudar. Você sempre vai ser você. Com o Marketing do Messenger, você consegue manter o envolvimento com uma pessoa durante toda a vida dela.

Ao longo do tempo, você vai aprender mais sobre os prospects e pode usar isso para personalizar a forma como você os envolve. Essa é uma boa prática para todas as plataformas. O Messenger tem um segredo com relação a isso que muitos profissionais não percebem. É possível personalizar a comunicação em tempo real. Cada palavra que o sujeito diz ou botão em que ele clica pode levá-lo a uma experiência profundamente direcionada. Você consegue capturar a intenção do sujeito e encantá-lo imediatamente, sem precisar esperar a hora do próximo e-mail.

Melhor em dupla

Deixe o seu público dizer onde quer se envolver com você. Com isso, suas estratégias terão mais valor em todos os canais, tanto no curto prazo quanto no longo. Há um grupo no seu público de e-mail que quer saber sobre a sua marca, mas não na caixa de entrada. É importante que eles tenham uma outra opção para interagir com você, como o Messenger.

Fazendo isso, é muito provável que você veja uma melhora nas taxas de clickthrough e de abertura. Cada mensagem enviada é para uma pessoa que quer falar com você naquele canal. E isso, claro, ajuda na entregabilidade no longo prazo também.

Com isso, não estou dizendo que você deve escolher um ou outro. A melhor coisa é usar os dois com bom gosto. Muita gente prefere baixar e-books no Messenger. Mas, depois de conversar com essas pessoas, vimos que muitas liam no computador. Por isso passamos a enviar e-mail para eles com uma cópia do e-book. Pense nas diferenças entre e-mail e Messenger que discutimos neste post. Use os dois canais juntos quando achar interessante.

Às vezes, na vida, 1+1=3. O marketing por e-mail e Messenger juntos é um desses casos. Os canais de hoje e de amanhã têm suas diferenças. E a questão não é como você usa cada um, mas sim como você usa os dois juntos. Bons profissionais de marketing jogam nos dois times.

Gostaria de mais informações?

Clique no botão ao lado e nos mande uma mensagem, estamos esperando por você!

Leave a Comment